Rua Desembargador Amorin Lima 343

Bolsa de cortiça

A beleza, sofisticação e sustentabilidade das bolsas feitas com laminado de cortiça

De todos os materiais veganos, a cortiça talvez seja o melhor material para confeccionar bolsas.

Seu tom de madeira natural dá uma ar elegante à peça, além de ser um material extremamente leve.

A cortiça, além de  natural, é também  renovável, sustentável e 100% biodegradável. Retirada da casca do sobreiro, pode ser colhida repetidamente pois ela cresce novamente.

Devemos, entretanto, prestar atenção, pois muitas vezes muitos produtos são vendidos aos consumidores como sendo “sustentáveis ”, quando, na realidade, não são. Assim também acontece com alguns couros de cortiça feitos com cerca de 90% de poliéster e apenas 10% de cortiça, além de receberem uma camada plástica e colas químicas.

A bolsa de cortica da Dupla é totalmente vegana e o couro utilizado para as alças é adquirido em locais de retalhos que seriam descartados no meio ambiente.

Home

História Cortiça

A cortiça é um material de origem vegetal da casca (súber) dos sobreiros (Quercus suber), leve e com grande poder isolante.

A  razão pela qual a cortiça possui estas características é a sua composição rica em suberina , uma substância lipídica (gordurosa) que se acumula na parede celular.

A presença desta substância numa primeira fase impede a entrada de agentes patogênicos e de qualquer substâncias tóxica na célula .

A primeira extração da cortiça ocorre normalmente quando a árvore atinge entre 25 e 30 anos.

Frequentemente, a extração ocorre nos meses de Junho a Agosto.

Essa cortiça, por vezes com espessura considerável, recebe o nome de virgem e distingue-se substancialmente da cortiça de reprodução extraída nos períodos seguintes. É designada por secundeira na segunda tiragem e por amadia nas tiragens ou extrações subsequentes.

Dessa forma, a cortiça amadia é a de melhor qualidade, sendo por isso a mais valorizada, e a única que pode ser utilizada para a fabricação de rolhas.

A partir desta fase, a cortiça é extraída a cada nove anos

Leave a comment